Gerador de códigos de barras

Criação fácil de códigos de barras. Utilize o nosso gerador. Criar códigos de barras para Produtos. Eventos. Documentos. Mapas.

Criar um código de barras com o nosso gerador de códigos de barras

  1. Introduzir código: Introduza o código pretendido para o seu código de barras. Pode ser um número de identificação do produto, um número de série ou um texto para um código QR. Certifique-se de que o código introduzido está correto.
  2. Definir altura e largura: Introduza as dimensões pretendidas para o código de barras, especificando a altura e a largura. Isto permite-lhe ajustar o tamanho do código de barras de acordo com o espaço disponível.
  3. Selecionar o tipo de código de barras: Selecionar o tipo de código de barras adequado a partir da lista disponível. Dependendo da utilização pretendida, pode escolher entre vários tipos de códigos de barras, tais como EAN-13, UPC-A, Código 39, código QR e muitos outros.

As 3 vantagens essenciais dos códigos de barras

Aquisição de dados eficiente

Os códigos de barras permitem a captura rápida de dados.

Redução de erros

O risco de erros na introdução de dados é reduzido.

Rastreio

Os códigos de barras são importantes para o rastreio.

As 3 áreas de aplicação mais importantes para os códigos de barras

O retalho, a logística e a gestão de documentos são as três principais áreas de aplicação dos códigos de barras

Retalho e produtos

Os códigos de barras são utilizados na venda a retalho e na gestão de inventários.

Cadeia de abastecimento e logística

Os códigos de barras desempenham um papel crucial na cadeia de abastecimento e na logística.

Gestão de documentos

Os códigos de barras são utilizados para gerir documentos.

Explicação dos diferentes códigos de barras

Uma panorâmica dos tipos de códigos de barras mais comuns e das suas áreas de aplicação

Código 128

Um código de barras linear utilizado em várias indústrias que pode representar caracteres numéricos e alfanuméricos.

Código 93

Código de barras linear semelhante ao Código 39, mas com uma maior variedade de caracteres e maior densidade, frequentemente utilizado em logística e em embalagens.

Código 39

Um código de barras linear que suporta uma pequena variedade de caracteres e é amplamente utilizado na logística e na gestão de inventários.

Codabar

Um tipo de código de barras linear normalmente utilizado em bibliotecas e nos cuidados de saúde, com um conjunto de caracteres limitado.

EAN-13

Código de barras linear utilizado no comércio retalhista para identificação e inventário de produtos, constituído por um número de 13 dígitos.

EAN-8

Um código de barras EAN 13 abreviado, com 8 dígitos, utilizado para produtos ou embalagens mais pequenos e utilizado no comércio retalhista.

PDF417

Um código de barras bidimensional que permite um elevado armazenamento de dados e é frequentemente utilizado para gestão de ficheiros, cartões de identificação ou etiquetas de expedição.

UPC-A

Um tipo de código de barras linear amplamente utilizado na América do Norte para identificação de produtos no comércio retalhista.

ITF

Um código de barras numérico normalmente utilizado em embalagens e contentores para representar informações como códigos de produtos e números de série.

Código QR

Um código de barras 2D capaz de armazenar grandes quantidades de dados e utilizado em muitas aplicações, desde produtos a materiais promocionais.

Matriz de dados

Um código de matriz 2D que utiliza pequenas células quadradas ou rectangulares e pode armazenar grandes quantidades de dados.

Azteca

O código de barras Aztec é um código de matriz 2D que permite um elevado armazenamento de dados e é utilizado em vários sectores.

Perguntas mais frequentes

Tudo o que precisa de saber sobre códigos de barras

Um código de barras é uma representação visual de dados sob a forma de barras, barras ou quadrados. Consiste numa série de números e/ou letras que são convertidos para o formato de código de barras através de uma técnica de codificação especial. Os códigos de barras são utilizados para armazenar e transmitir informações de forma eficiente e sem erros.

Um código QR pode armazenar 4.296 caracteres alfanuméricos ou 7.089 caracteres numéricos, enquanto a maioria dos códigos de barras 1D só pode armazenar até 20 caracteres numéricos. Por exemplo, um código QR pode conter todas as informações básicas do cliente, como o nome, o correio eletrónico, o endereço e o número de telefone. Isto não é possível com um código de barras 1D.

Existem numerosos tipos de códigos de barras, alguns dos quais são os mais conhecidos:

  • EAN-13 e UPC-A: Estes códigos de barras são frequentemente utilizados no comércio retalhista para etiquetar produtos.
  • Código 39 e Código 128: Estes códigos de barras são utilizados em vários sectores e suportam dados numéricos e alfanuméricos.
  • Código QR e Data Matrix: Estes códigos de barras oferecem a possibilidade de armazenar grandes quantidades de dados e são optimizados para utilização no mundo digital.

Existem muitos outros tipos de códigos de barras, cada um com objectivos e requisitos específicos. Todos os principais tipos de códigos de barras são suportados pelo nosso gerador de códigos de barras.

Os códigos de barras são lidos com a ajuda de um leitor de códigos de barras. O scanner envia luz para o código de barras e capta o padrão de luz refletido. O padrão é então convertido em dados digitais e descodificado pelo software ou hardware do leitor para extrair a informação contida no código de barras. A tecnologia exacta varia consoante o tipo de scanner, como o scanner a laser, o scanner CCD (dispositivo de carga acoplada) ou o gerador de imagens (câmara).

Após a leitura do código de barras, é efectuada uma preparação digital. A informação processada é guardada como texto. Estes são depois transmitidos a dispositivos de saída ligados, como software ou sistemas de caixa registadora. Os scanners sem fios podem armazenar os códigos em cache para permitir a leitura num raio maior.

Os códigos de barras oferecem uma variedade de benefícios no mundo dos negócios, incluindo:

  • Eficiência: Os códigos de barras permitem que os dados sejam capturados com rapidez e precisão, resultando em fluxos de trabalho melhorados e taxas de erro mais baixas.
  • Gestão do inventário: os códigos de barras facilitam a monitorização das existências, o acompanhamento dos produtos e a inventariação.
  • Automatização: Os códigos de barras podem ser utilizados em processos automatizados para facilitar o intercâmbio de dados entre diferentes sistemas.
  • Poupança de tempo: Ao recolher informações rapidamente, os funcionários podem trabalhar de forma mais eficiente e poupar tempo.
  • Otimização das vendas: Os códigos de barras permitem um processo de checkout sem problemas e preços exactos, resultando numa melhor experiência do cliente.

Para criar um código de barras, é necessário um gerador de códigos de barras. Pode introduzir as informações pretendidas, selecionar o tipo de código de barras pretendido e ajustar outras definições. O software gera então o código de barras, que pode ser guardado ou impresso.

Existe uma grande variedade de soluções de software para a criação de códigos de barras. Os geradores de códigos de barras online são muito utilizados e oferecem uma forma fácil de criar códigos de barras diretamente no navegador Web.

Para imprimir códigos de barras, é necessária uma impressora de códigos de barras ou uma impressora convencional que suporte etiquetas de códigos de barras. Certifique-se de que define as definições de impressão correctas em termos de tamanho, contraste e resolução para garantir que o código de barras é legível. Utilize etiquetas de códigos de barras ou papel especial para códigos de barras para obter melhores resultados. Pode criar códigos de barras com o nosso gerador de códigos de barras online.

Os códigos de barras desempenham um papel crucial no comércio retalhista. São utilizados para etiquetar produtos, registar preços, realizar inventários, automatizar o processo de vendas e permitir o rastreio de produtos na cadeia de abastecimento. Os códigos de barras permitem uma troca de dados eficiente e exacta entre vendedores, fornecedores e prestadores de serviços de logística.

Os códigos de barras são uma parte essencial da cadeia de abastecimento. Permitem a identificação única dos produtos, facilitam a rastreabilidade das mercadorias ao longo de todo o processo de entrega e permitem uma gestão eficiente do inventário e do armazenamento. Os códigos de barras desempenham um papel fundamental no seguimento e monitorização dos produtos, desde o fabrico, passando pelo transporte, até à prateleira do retalhista.

Na gestão de armazéns, os códigos de barras são utilizados para identificar e rastrear eficazmente as mercadorias. Os códigos de barras são aplicados em embalagens, paletes ou contentores de armazenagem para facilitar a inventariação, a entrada e saída de mercadorias, o picking e a armazenagem. Ao digitalizar os códigos de barras, o pessoal do armazém pode obter informações exactas sobre os níveis de stock e seguir a localização das mercadorias.

O tamanho de um código de barras depende do tipo de código de barras utilizado e da aplicação. Existem directrizes e normas relativas ao tamanho mínimo dos códigos de barras para garantir uma legibilidade óptima. Em regra, um código de barras deve ser suficientemente grande para ser captado por um leitor de códigos de barras disponível no mercado.

A validade dos códigos EAN não é limitada no tempo. Pode utilizar os códigos EAN durante o tempo que quiser para etiquetar os seus produtos. No entanto, um número não deve ser reutilizado durante 4 anos após a cessação da produção de um artigo, para garantir a transparência e a exclusividade no comércio. Após estes 4 anos, pode atribuir o número a outro produto. Para determinados grupos de produtos, este período de bloqueio pode também ser mais curto ou mais longo.

Um código de barras consiste numa disposição linear de barras ou barras, enquanto um código QR é uma disposição matricial de módulos quadrados. Um código QR pode armazenar 4.296 caracteres alfanuméricos ou 7.089 caracteres numéricos, enquanto a maioria dos códigos de barras 1D só pode armazenar até 20 caracteres numéricos.

Sim, existe uma variedade de normas para códigos de barras desenvolvidas por organizações internacionais como a GS1 (Global Standards One) e a ISO (International Organization for Standardization). As normas incluem vários tipos de códigos de barras, como o EAN-13 (European Article Number), o Código 39, o Código 128, o Data Matrix e o código QR. Além disso, as normas também incluem regras de codificação para garantir a captura correcta dos códigos de barras.

As normas de códigos de barras também fornecem directrizes e recomendações para a utilização correcta dos códigos de barras, incluindo a sua dimensão, qualidade de impressão, requisitos de contraste e colocação em produtos ou embalagens. Estas orientações ajudam a garantir que os códigos de barras podem ser captados e descodificados de forma fiável pelos leitores de códigos de barras.

A tecnologia de códigos de barras tem evoluído ao longo do tempo para satisfazer as crescentes exigências e o avanço da tecnologia. Os primeiros códigos de barras consistiam em códigos de barras simples, enquanto mais tarde foram desenvolvidos códigos de barras 2D, como os códigos QR, que podiam armazenar mais dados. A tecnologia de leitura também melhorou, desde simples scanners a laser até poderosos dispositivos de processamento de imagem. Atualmente, os códigos de barras são também cada vez mais lidos com dispositivos e aplicações móveis, o que abre novas áreas de aplicação e possibilidades.

Guias de negócios on-line de nível superior e análises de software.

Social
Germany, 78083 Dauchingen, Henleinstraße 10
info@smart-minded.com
Telefone: +49 7720 6099939
Copyright © 2024 · SMARTMINDED

Einzelhandel und Produkte

Barcodes werden in Einzelhandelsumgebungen weit verbreitet eingesetzt, um Produkte zu kennzeichnen, Preise zu scannen und das Bestandsmanagement zu verbessern. Sie ermöglichen eine effiziente Verfolgung von Produkten, vereinfachen die Lagerverwaltung und verbessern die Genauigkeit von Verkaufstransaktionen.

Lieferkette und Logistik

Barcodes spielen eine entscheidende Rolle in der Lieferkette und Logistik. Sie werden verwendet, um Sendungen zu verfolgen, Pakete zu identifizieren und den Bestand während des gesamten Vertriebsprozesses zu verwalten. So ermöglichen Barcodes einen effizienten Warenfluss innerhalb der Lieferkette.

Dokumentenverwaltung

Barcodes werden zur Kennzeichnung und Verwaltung von Dokumenten verwendet, um eine einfache Wiederbeschaffung und Organisation von Dateien in Büros, Bibliotheken und Archiven zu ermöglichen.